Logo - Alimentos Processados

Logo - Plataforma de Inovação Tecnológica do ITAL

Informação e Educação

Em 2010, o estudo Brasil Food Trends 2020 ressaltou a tendência de as empresas de alimentos terem maior transparência e relacionamento mais estreitos com os consumidores, aprimorando seus meios de informação e comunicação para que estes conheçam mais detalhes sobre os produtos industrializados, seus ingredientes, embalagens e processos produtivos. A necessidade de informar os fatos sobre os alimentos e bebidas não alcoólicas industrializados também se deve à crescente propagação de mitos e preconceitos sobre tais produtos.

Além dos meios que têm sido utilizados de forma voluntária, os sistemas regulatórios avançam no aperfeiçoamento das normas para padronizar determinados tipos de informação ao consumidor, como é o caso da rotulagem nutricional.

IMPORTANTE DESTACAR:

As empresas têm evoluído na direção de fornecer informações detalhadas sobre os ingredientes e processos produtivos utilizados. Por meio de relatórios públicos, têm prestado contas à sociedade sobre seus avanços em responsabilidade social, ética e sustentabilidade.

No Brasil, a indústria concentra esforços, em colaboração com a ANVISA, para introduzir o sistema de rotulagem frontal por meio de cores de semáforo, o modo que melhor contribui para a identificação pelos consumidores no momento da compra dos teores de gorduras, açúcares, sódio e calorias dos produtos.

EMPRESAS

COMPROMISSOS E REALIZAÇÕES 

Fontes

Barilla

  • A empresa possui declarações ambientais (Environmental Product Declaration-EPD) para 65 produtos certificados pelo The International EPD® System, programa global para declarações ambientais voluntárias do Tipo III, em conformidade com a norma ISO 14025. Cada produto certificado tem sua declaração em formato pdf disponível de livre acesso em https://www.environdec.com/EPD-Search/?query=barilla, com informações detalhadas sobre seu impacto ambiental;
  • A plataforma digital www.guardatustesso.it descreve toda a cadeia produtiva de massas e molhos, desde a seleção de matérias-primas até a mesa;
  • Promove atividades educativas e informativas destinadas a promover estilos de vida saudáveis, hábitos alimentares equilibrados e consumo alimentar responsável. Em 2017, entre outras iniciativas, desenvolveu o programa Giocampus (educação dietética e educação física) e o projeto ViviSmart (promoção de escolhas nutricionais alinhadas com o modelo mediterrânico e a pirâmide alimentar).

Brf

  • Desenvolve projeto associado ao posicionamento da marca Sadia (“Sadia, mais saudável a cada dia”), que envolve, entre outros aspectos, educação alimentar e comunicação com os consumidores.

Coca-Cola

  • O Centro de Relacionamento do Consumidor (CRC) interage com mais de 30 mil pessoas por mês, com o objetivo de estabelecer uma comunicação com a sociedade, com diálogo aberto e transparente;
  • Desde 2009 assumiu compromisso global de informar as calorias na parte frontal do rótulo, em todas as embalagens;
  • De forma voluntária, utiliza a tabela Valor Diário de Referência em todos os rótulos das bebidas, seguindo o modelo internacional GDA (Guideline Daily Amount), que destaca a quantidade de calorias e açúcares totais, gorduras totais, gorduras saturadas e sódio por porção ou embalagem individual, além de apresentar os valores diários de referência desses nutrientes, em conformidade com o estabelecido pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária).

Danone

  • Até 2020, deverá ter contribuído para uma causa de saúde pública local, com ações e programas relevantes nos 15 principais países onde opera (a empresa contabiliza 148 programas de educação para promover dietas e estilos de vida saudáveis visando mais de 500 milhões de pessoas); 100% dos produtos exibirão informações nutricionais abrangentes para orientar os consumidores, em particular no que se refere à orientação de porções;
  • Em 2017: 99% do volume de vendas foram de produtos com informação nutricional na embalagem e 100% do volume de vendas foram os produtos com informações nutricionais fora da embalagem; 74% do volume de vendas foram de produtos com indicação do tamanho da porção; 38% do volume de vendas foram de produtos com rotulagem nutricional frontal (excluindo os países onde regulamentos proíbem a divulgação desta informação). Estes indicadores foram calculados com base no Nutrition & Health Scorecard para o Essential Dairy Products, Early Life Nutrition.

Ferrero

  • Estabelece como princípios, entre outros: promoção de alimentos que possam ser integrados em programas de educação alimentar para os consumidores; ter produtos com rotulagem clara e transparente no fornecimento de indicações corretas de consumo; desenvolvimento de programa educacional dedicado à promoção de estilos de vida ativos;
  • Em conformidade com a legislação atual aplicável nos diferentes países, fornece informações nutricionais precisas e transparentes no verso das embalagens. Além disso, fornece informação nutricional na parte frontal da embalagem dos produtos KINDER e NUTELLA e nos snacks Ferrero, de forma voluntária, respeitando as recomendações de rotulagem da FoodDrinkEurope (Federação Europeia das Indústrias de Alimentos e Bebidas). De modo a garantir consistência em todo o nosso Grupo, oferece informações nutricionais voluntárias na frente de embalagens fora da Europa também;
  • Em 2017, completou a implementação dos “Princípios do IFBA para uma Abordagem Global de Informação Nutricional Baseada em Fatos” sobre os produtos elegíveis da Ferrero em todo o mundo, com exceção dos países onde a regulamentação local aplicável não permitia isso;
  • Desenvolve ações para auxiliar os consumidores para lidar com o lixo gerado pelo descarte de embalagens.

General Mills

  • Em todo o mundo, a rotulagem de produtos atende aos requisitos regulamentares locais, mantendo-se consistente com a abordagem global da empresa;
  • Como membro da Aliança Internacional de Alimentos e Bebidas (IFBA), assumiu o compromisso de adotar uma abordagem global comum de informações nutricionais em embalagens que inclua, no mínimo, a rotulagem de calorias na frente da embalagem;
  • Assume compromisso de aumentar a transparência sobre os alimentos produzidos, reconhecendo que consumidores, reguladores, investidores e outras partes interessadas buscam informações sobre os produtos e processos. As informações aos consumidores visam assegurar que os alimentos foram cultivados e colhidos de maneira responsável e sustentável, respeitando as pessoas, os animais e o meio ambiente;
  • Nos canais sociais, as marcas Cheerios e a Nature Valley lideram o caminho digital para mostrar como a empresa está trabalhando com fornecedores e agricultores para cultivar de maneira sustentável a aveia usada nos produtos. Muitas das marcas naturais e orgânicas usam as mídias sociais para compartilhar informações sobre práticas para expandir a agricultura orgânica e melhorar a saúde dos polinizadores. A marca Annie compartilha histórias sobre suas contribuições para um melhor sistema alimentar, por meio de seu website (incluindo o framework Farm to Yum e as páginas Why Organic, Ingredients e Soil Matters) publicou peças de mídia e canais sociais;
  • Por meio da plataforma www.askgeneralmills.com, fornecemos aos consumidores respostas a perguntas sobre alimentação, incluindo perguntas frequentes, vídeos, blogs e outros conteúdos. O website inclui 545 tópicos, tais como ingredientes alimentícios, produtos sem glúten e uso de OGMs. Mais de 41.000 usuários visitaram o website durante o período de 12 meses encerrado em novembro de 2017;
  • Nos EUA, fornece detalhes do produto por meio do SmartLabel™, uma iniciativa do setor que busca compartilhar informações de produtos, de forma digital por meio de aplicativo.

Hershey

  • Nos EUA, 100% do portfolio de produtos possui informações cadastradas no aplicativo SmartLabel™.

Kellogg

  • Participa da iniciativa U.S. SmartLabel™ que passa aos consumidores informação detalhada do produto em tempo real, disponível em pacotes por meio dos códigos QR em pacotes ou via smartfones, tablets e computadores.

KraftHeinz

  • Por meio de nutricionistas desenvolvem critérios para ajudar os consumidores a identificar receitas que se encaixem nas diretrizes relevantes para uma alimentação saudável. Os critérios baseiam-se em orientações dietéticas e levam em consideração o papel que a refeição desempenhará na dieta geral;
  • Assume o compromisso de ajudar os consumidores a fazer melhores escolhas por meio de transparência e rotulagem. Nos Estados Unidos implementou totalmente o programa Facts Up Front para todos os produtos, exibindo calorias, gordura saturada, açúcar e sódio na rotulagem frontal e, desde 2017 participa da iniciativa SmartLabel™. No Reino Unido, introduziu o modelo de “semáforo” na rotulagem frontal. Desde 2014, na Austrália e Nova Zelândia participa do sistema voluntário que classifica a saudabilidade dos produtos em quantidade de estrelas (Health Star Rating System).

Mars

  • Assume compromisso de utilizar a rotulagem nutricional e os websites das diversas marcas para fornecer aos consumidores informações sobre os produtos para ajudá-los a fazer escolhas informadas;
  • Atualmente, 99% dos produtos atendem ao compromisso de incluir a rotulagem Guideline Daily Amount (GDA), identificando o número de calorias na rotulagem frontal, e a quantidade de sódio, açúcar, gordura e gordura saturada em cada porção na frente ou atrás do rótulo.

Mondelez

  • Todos os produtos da empresa apresentam rotulagem nutricional, exibindo a quantidade por porção e/ou por 100g (dependendo da legislação local) de oito itens essenciais: energia (calorias), proteínas, carboidratos, açúcares, gordura, gordura saturada, fibra e sódio. Nas embalagens muito pequenas, com espaço limitado, listamos calorias, proteínas, carboidratos e gordura total. Rótulos nutricionais incluem geralmente a porcentagem de nutrientes que o produto fornece em relação à ingestão diária de referência;
  • Desde o final de 2016, os produtos globais exibem rotulagem frontal indicando a quantidade de calorias. A menos que os requisitos nacionais exijam elementos alternativos, a rotulagem frontal deve retratar calorias (energia) por porção ou por embalagem.

Nestlé

  • Desenvolve ações para conscientizar consumidores sobre a questão do desperdício de alimentos,  ajudar os consumidores a fazer escolhas informadas através de comunicação confiável e fundamentada, fornecendo dicas e receitas que podem ajudá-los a evitar o desperdício de alimentos, colaboração com stakeholders para definir e implementar um sistema harmonizado, confiável e coerente de datação de alimentos voltado para o consumidor, que também ajuda a evitar o desperdício de alimentos, e treinamento e educação sobre redução de desperdício de alimentos para os funcionários;
  • O website Nestlé in Society apresenta as atividades sobre sustentabilidade ambiental e água, com o objetivo de envolver as partes interessadas e desenvolver parcerias importantes. O engajamento proativo com as partes interessadas em temas ambientais inclui reuniões e reuniões periódicas das partes interessadas externas. Procuramos cultivar relações construtivas com organizações críticas ao desempenho ambiental da empresa;
  • Meta para 2020: Melhorar a disponibilidade e consistência de informações ambientais baseadas em fatos para consumidores em nossos canais digitais e outros. Somente através dos websites corporativos, fornece informações ambientais em 127 países;
  • Como membro da CGF, aderimos à sua demanda por varejistas e produtores de alimentos para simplificar e padronizar rótulos de alimentos em todo o mundo até 2020.

Pepsico

  • Em 2014, adotou Política Global de Rotulagem. Assume compromisso em fornecer informações simples e fáceis de entender sobre como os principais nutrientes de cada produto se encaixam de forma equilibrada e saudável na dieta;
  • Em 2010, a PepsiCo se comprometeu voluntariamente a exibir a quantidade de calorias e nutrientes essenciais nas embalagens, sempre que possível e onde for permitido pelas regulamentações locais, para todos os produtos no Brasil, Canadá, China, Índia, México, Rússia, Arábia Saudita, Turquia, Reino Unido e EUA;
  • Ao final de 2017, globalmente, quase 80% das colheitas eram provenientes diretamente de agricultores que haviam se engajado no Programa de Agricultura Sustentável que fornece educação em agronomia de campo, fertilizantes, irrigação, técnicas de proteção de plantas e novas tecnologias, apoiando os agricultores a adaptar as melhores práticas para se adequarem à cultura e às circunstâncias locais.

Unilever

  • Em 2017, 94% do portfolio continham rótulos com informações nutricionais completas na embalagem, conforme compromisso assumido anteriormente. Trabalha com autoridades competentes para criar um ambiente positivo para a rotulagem, rumo a sistemas de rotulagem transparentes harmonizados mundialmente que orientem os consumidores para uma escolha saudável.