Logo - Alimentos Processados

Logo - Plataforma de Inovação Tecnológica do ITAL

MITO
A saudabilidade de um alimento depende do grau de processamento

X

FATO
NÃO é verdade! A saudabilidade de um alimento não está associada ao grau de processamento

Processamento de alimentos e bebidas e saudabilidade

Um amplo estudo (EICHERMILLER et al., 2012) sobre a saudabilidade dos alimentos processados concluiu que “Os determinantes mais importantes da qualidade da dieta são os tipos específicos de alimentos consumidos e não o seu grau de processamento”.

Não tem fundamento científico classificar os alimentos processados com base em graus de processamento, uma vez que os diferentes tipos ou etapas de processamento são definidos a partir das características de cada alimento ou bebida que se deseja processar, conforme o tipo de produto que se pretende oferecer aos consumidores.

Os alimentos processados são alimentos modificados do seu estado original por meio de uma grande variedade de tipos e etapas de processamento como, por exemplo, a pasteurização, esterilização, congelamento, desidratação, altas pressões etc.

A finalidade do processamento é que define a quantidade de tipos e etapas empregadas pela indústria. Por exemplo, para que os óleos comestíveis fiquem disponíveis para consumo na forma habitualmente encontrada nos supermercados, são necessários diversos tipos e etapas de processamento. Não é por isso que os óleos de soja, girassol ou os azeites de oliva são mais ou menos saudáveis ou nutritivos.